Q

ue a escrita é um poderoso portal que nos leva para tempos distantes e universos paralelos, na mais perfeita máquina do tempo, disso ninguém duvida. Vejo na literatura uma forma de transpor a realidade. De nos tornarmos reis, rainhas, guerreiros ou escudeiros. Enfim, o que desejarmos. Que possamos viver a cada dia de nossas vidas as maiores aventuras de todos os tempos, os mais épicos combates e as inesquecíveis jornadas – sempre transportados nas páginas de um livro. Seja bem-vindo ao meu mundo!

04/04/2018

Cavaleiro Negro lançará o ‘Monge’ em capa dura!

04/04/2018

Monge Guerreiro eleito melhor nacional de 2017

03/04/2018

Os lançamentos do autor em 2018 vão de fantasia medieval a romance e infanto-juvenil

03/04/2018

Autor debateu a jornada literária na Bienal do Rio

03/04/2018

Jornalistas da América do Sul avaliam o “Monge…”

03/04/2018

Evento inédito promoveu a Literatura Fantástica

03/04/2018

Análise: ‘O herói que usa uma túnica de monge…’

03/04/2018

60 bons motivos para ler ‘Monge Guerreiro’

03/04/2018

O Monge, o Guerreiro e a Fantasia (inter)Nacional

17/06/2017

Acervo do Leitor: “um livro que precisa ser lido”

29/05/2017

Escritor faz palestra em escola de Alfredo Chaves

29/05/2017

Uma sensacional jornada épica medieval, diz leitor

Biografia do Escritor


R

Romulo Felippe é jornalista e escritor. Nasceu em 27 de abril de 1974, em Cachoeiro de Itapemirim (ES). Começou a escrever poemas e crônicas sob as influências de Manuel Bandeira e Rubem Braga a partir dos 8 anos, colaborando para os jornais locais Correio do Sul e Arauto.
Aos 13 anos veio o primeiro emprego como repórter do jornal O Brado. Aos 18 foi co-fundador do jornal Folha do E. Santo, que nos anos seguintes tornou-se diário. Trabalhou um ano como repórter televisivo da filial da Rede Globo. Tornou-se editor do semanário Hora H.
Passou um ano como corresponde do jornal O Dia, na época com um milhão de exemplares diários, cobrindo o Norte/Noroeste fluminense. No ano seguinte assumiu a secretaria de Comunicação de Guaçuí, assinando também como editor do jornal O Espírito Santo Na sequência virou sócio e editor da revista Opinião. Assumiu como Diretor de Redação do jornal Diário Capixaba. Editor das revistas Test-Drive e Moto-Test. Diretor de Redação da Revista Viver!. Diretor de Redação da Revista Caminhões.
Lançou seu livro de estreia, “Monge Guerreiro”, aclamado pela crítica especializada e eleito o “Melhor livro nacional em 2017”, segundo pesquisa realizado pelo Reino dos Livros (o maior grupo literário da América Latina).
Em 2017 celebrou três décadas dedicadas ao jornalismo, com coberturas realizadas em mais de 16 países e em todos os estados brasileiros Casado com a empresário Svetlana Bertolo Felippe, é pai de três filhos (Felippe, Giuseppe e Gianluca) e padrasto de mais dois (Ana Paula e Henrique). Contrato assinado para relançar “Monge Guerreiro” em 2018 no Brasil pela paulista Cavaleiro Negro e também na Europa em edição especial com capa dura, pela italiana Newton Comptom Editori.
Autor convidado da Bienal Rio 2017 na mesa “Publiquei! E agora?”. Reside na ilha de Vitória, no Espírito Santo.

Universo MG

Vídeos MG

www.themesfreedownload.top/