fundo parallax

Os lançamentos do autor em 2018 vão de fantasia medieval a romance e infanto-juvenil

03/04/2018

Os lançamentos do autor em 2018 vão de fantasia medieval a romance e infanto-juvenil

O

ano promete para o escritor e jornalista Romulo Felippe. Além do relançamento de “Monge Guerreiro” pela editora paulista Cavaleiro Negro, em edição com capa dura, a obra também será lançada pela italiana Newton Compton para o mercado europeu no final do ano. Enquanto outras novidades internacionais estão a caminho – como os mercados das línguas inglesas e espanholas – o autor planeja para lançar ainda em 2018 o romance com viés dramático “O Farol e a Tempestade” e a fantasia medieval infanto-juvenil “O Reino dos Morcegos”.


Romulo também vai trabalhar na escrita do livro “O Ressoar do Trovão”, com enredo baseado na Itália medieval. Mais informações em breve. Abaixo, segue a sinopse do romance.
SINOPSE
Samuel Jones é um autor best-seller que vive recluso em uma remota ilha do Atlântico Norte desde que perdeu a família em um acidente de carro. A partir desse terrível advento, viver passou a ser um martírio, um sacrifício diário.
O exílio de Sam, entretanto, ganhará um viés ainda mais dramático quando uma bola de fogo riscar os céus diante de seus olhos no meio de uma tempestade. Em uma obra do acaso, a fotógrafa nova-iorquina Anne Crawford sobrevive ao desastre aéreo e é salva justamente pelo escritor, quebrando a partir daí a solidão da Ilha Farethon e de seu farol secular.
Duas almas marcadas por tragédias. Dois corações despedaçados pela vida. Para Sam e Anne há muito mais em jogo do que fé e paixão, perdão e esperanças. Marcados pela ausência de um passado e a impossibilidade de um futuro, resta-lhes viver o presente em sua mais profunda intensidade. “O Farol e a Tempestade” é mais do que uma improvável história de amor. O romance dramático mostra o quanto somos minúsculos diante as forças do universo e de como a vida é uma surpreendente montanha-russa que nos leva do inferno ao céu em um ato único.
O que você faria se a vida lhe desse uma segunda chance?